EDUCAÇÃO PARA AS RELAÇÕES ÉTNICOS-RACIAL

Capacitação Quilombola

Com o objetivo de promover a conscientização de direitos por parte da população quilombola, foi lançado em Brasília, nessa quarta-feira (9), o DVD Capacitação de Lideranças Quilombolas, produzido pelo Grupo de Trabalho (GT) Comunidades Tradicionais da Defensoria Pública da União (DPU), com apoio da Fundação Oswaldo Aranha (FOA) e do Centro Universitário de Volta Redonda (UniFOA).

O lançamento do DVD integra a comemoração do Dia da Consciência Negra, 20 de Novembro. “Ver um produto cultural de educação em direito é gratificante, pois também é nossa obrigação atuar educativamente em temáticas relevantes ao Estado brasileiro”, afirmou o defensor público-geral federal, Carlos Eduardo Paz, presente ao lançamento do DVD. Carlos Paz considerou fundamental a iniciativa da DPU de reinventar sua atuação para diversificar as formas de envolvimento com a sociedade.

O lançamento do DVD integra a comemoração do Dia da Consciência Negra, 20 de Novembro. “Ver um produto cultural de educação em direito é gratificante, pois também é nossa obrigação atuar educativamente em temáticas relevantes ao Estado brasileiro”, afirmou o defensor público-geral federal, Carlos Eduardo Paz, presente ao lançamento do DVD. Carlos Paz considerou fundamental a iniciativa da DPU de reinventar sua atuação para diversificar as formas de envolvimento com a sociedade.

Na ocasião, o defensor-geral entregou ao vice-presidente da FOA, Eduardo Prado, uma placa de homenagem e agradeceu a parceria: “Como comemoração ao Dia Nacional da Consciência Negra, gostaríamos de homenagear a Fundação Oswaldo Aranha. Antes de pedir ajuda, precisamos saber agradecer, por isso, receba esta justa homenagem, em nome de todos os defensores públicos federais”.

Eduardo Prado elogiou a coragem dos defensores públicos federais em levar cidadania e democracia a áreas excluídas das políticas públicas. Ele demonstrou satisfação na parceria com a DPU ao afirmar que vários estudantes do Centro Universitário de Volta Redonda se envolveram na produção do DVD, e também agradeceu a homenagem. “Quem não vive para servir, não serve para viver. A Fundação Oswaldo Aranha entende que a educação é uma atuação obrigatória”, afirmou.

Grupo de Trabalho

Além dos quilombolas, o GT Comunidades Tradicionais atua também no atendimento a ciganos, seringueiros e ribeirinhos, entre outros grupos. Assim como na proteção de direitos, a DPU atua na promoção da educação.

O projeto é consequência da realização da 2ª Agenda Quilombola, ocorrida em Cuiabá (MT), em 2013, na qual os defensores públicos participantes elaboraram a Carta de Cuiabá, considerando as necessidades básicas dessa população por serviços essenciais ligados à saúde, educação, alimentação, moradia e da demarcação das terras tradicionalmente ocupadas, reconhecendo a necessidade de capacitar lideranças comunitárias e defensores públicos federais.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Defensoria Pública da União

Link para a matéria na página da Defensoria Pública da União

Galeria

Equipe:

  • Defensoria Pública da União
  • Escritório da Cidadania
  • UniFOA

FALE CONOSCO

comciencia@foa.org.br